EnglishPortuguese

Meu Melhor Amigo Espírito Santo

Desde criança apreendemos e ouvimos bastante sobre Deus e sobre Jesus na maior parte das vezes. Crescemos muitas vezes dessa maneira e vejo que, mesmo depois de adultos, a importância do Espírito Santo não é dada da maneira que deveria ser feita em relação a nós como cristãos.

Muitas pessoas têm uma relação com Deus, Jesus e o Espírito Santo como se Deus fosse o que tirou em primeiro lugar em um torneio, o campeão, o melhor; com Jesus como estando em segundo lugar da competição; e em terceiro lugar do torneio o Espírito Santo, e se nós formos ver o valor do terceiro lugar em uma competição é mínimo ou nenhum . E assim que tenho visto a relação do Espírito Santo entre a maioria dos cristãos.

Mas quando vamos para a Bíblia, vemos que os 3 são 1 e não podemos querer se aprofundar e se relacionar com Jesus sem entender e vivenciar a maravilha da “pessoa” do Espírito Santo dentro de nós.

No Antigo Testamento, no Éden Deus sempre mantinha relacionamento com o homem. Ele assoprou nas narinas do homem, o Seu Espírito, e Sua essência passou a viver dentro de cada um. Depois que entrou o pecado no homem, esse relacionamento foi quebrado. Mas Deus sempre quis voltar a ter esse relacionamento. Por isso, no Antigo Testamento Ele vinha sobre os sacerdotes, reis e profetas com Seu Espírito, para tentar, além de mostrar que Ele era o Deus daquele povo escolhido, voltar a ter intimidade com eles. Porém, o povo se desviou de Sua presença por muitas e muitas vezes, não obedecendo e não vivendo os Seus princípios, nos quais Ele sempre tentou instruí-los.

Então, por tanto amor de Deus por nós, Ele deu Seu Filho para nos resgatar e reconciliar consigo, pagando o preço da dívida do pecado, o qual tínhamos e ainda nos dar o privilégio de, novamente, deixar em nós o Espírito Santo que passaria novamente a viver dentro de cada um de nós.

E falar de Jesus é falar de Espírito Santo. Desde o nascimento de Jesus até sua morte e ressurreição e vida até hoje, o Espírito Santo é imprevisível, e vemos a importância de Jesus com o Espírito:

1. Como Maria engravidou?

2. Como Jesus curava os enfermos?

3. Quem entregou Jesus na cruz?

4. Quem ressuscitou Jesus dos Mortos?

5. Como Jesus ensinava, instruía e ensinava?

Para todas as perguntas temos uma só resposta: pelo Espírito Santo.

Podemos também ver a relação do Espírito Santo conosco:

1. Quem convence o homem do pecado?

2. Quem nos ressuscita em Cristo?

3. Como Mortificar a carne?

4. Morrer para mim?

5. Como Ter o fruto do Espírito, que é o caráter de Cristo?

6. Como ser considerado filho de Deus?

E mais uma vez vemos que para todas as perguntas é novamente a mesma resposta: o Espírito Santo

Vemos, bem nítido, em 2 Coríntios 13:14: “A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vocês” que a comunhão com o Espírito Santo é uma instrução que Deus quer de nós. Comunhão no original em Grego é Koinomia que significa parceria, intimidade, companheirismo, ou seja, Jesus nos deixou o Espírito Santo para nós nos relacionarmos com Ele, e termos um entendimento do privilégio de quem está vivendo dentro nós.

Se pensarmos bem, vivemos em melhor situação que os discípulos viviam junto com Jesus dia a dia, pois não só vivemos junto com Ele, mas Ele através do Espírito Santo vive dentro de cada um de nós! Como disse Paulo em Gálatas 2:20: “Mão sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim”.

Que nós possamos dar o valor a isso que possuímos, ter esse entendimento, esse relacionamento e não diminuir a magnitude do Espírito Santo em nós e sim termos e vivermos novamente essa intimidade do amor desse Pai que nos criou para além de sermos Sua imagem e semelhança, sermos 1 só com Ele.

Por Adriane Ferretti Salvitti, pastora da Igreja Apostólica Restaurando Nações – IARN Japão, palestrante nas áreas de saúde e espiritualidade fisioterapeuta e Health Coach

Rodrigo Salvitti, pastor da Igreja Apostólica Restaurando Nações – IARN Japão, palestrante na área de espiritualidade e fisioterapeuta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *