EnglishPortuguese

Posso andar em pastos verdejantes mesmo em meio à pandemia do coronavírus

Em dias em que o mundo passa por uma aflição grande por causa do coronavírus, consequências ainda maiores surgem no meio da população, como por exemplo aumento das crises financeiras, confinamento exaustivo das pessoas em suas casas, medos e incertezas do futuro, ou seja, na verdade, um pânico generalizado no cenário global.

Mas, apesar disso, temos que continuar entendendo a movimentação de Deus nesse tempo. Deus continua sendo Deus e nunca perdeu o controle de nada! Sabemos que existem inúmeros problemas, onde o coronavírus é mais um deles ao longo desses anos, desde que o mundo existe.

 

O que temos de ter de importância é o que Deus quer nos mostrar em Sua palavra para esse tempo. Quando lemos o Salmos 23, vemos um ensinamento muito poderoso nesta passagem.

Já no primeiro versículo onde ele diz: “O Senhor é o meu pastor, nada me faltará”, vemos, quando nos aprofundamos no texto original hebraico, que o que está escrito é: “O senhor é o meu pastor, e Ele não me faltará”.

Quando lemos e quantificamos a mensagem desse versículo, entendemos em um âmbito de ótica espiritual muito lindo, onde as coisas vão, muitas vezes, nos faltar e, por vezes, talvez, coisas que de alguma maneira eu gostaria de ter, não as tenha de fato. Mas, independentemente das coisas ou das situações difíceis, Ele nos dá a certeza de que não vai nos faltar. Deus sempre estará do nosso lado em tudo.

Se Ele nunca irá nos faltar, como estamos vendo nessa promessa maravilhosa, e ainda podemos confirmar que Ele estaria conosco todos os dias até a consumação do século (Mateus 28:20), e sabendo que Ele sabe e supre todas nossas necessidades (Filipenses 4:19), então o que devemos temer?

Não podemos olhar as circunstâncias e ficar achando que Ele não está junto de nós.

Continuando no Salmo 23, no versículo 4 lemos: “Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.” Vemos que, por mais que andemos, que estejamos no vale da sombra da morte, ou seja, na pior da situação que possamos nos encontrar, Ele está conosco e por isso não temerei. É essa certeza que temos que ter e olhar o tamanho do nosso Deus por pior que seja a situação que você esteja passando, pois nem a morte pode detê-lo.

O versículo 2 do Salmo 23 diz: “Deitar-me faz em pastos verdejantes; guia-me mansamente a águas tranquilas.” Ou seja, por pior que seja o vale de dificuldade que estamos passando, além Dele já nos garantir que está conosco, Ele nos promete que nos fará repousar, descansar, confiar, ter paz e ainda nos guiará, nos dando sempre uma instrução, direção, um escape, um milagre, e nos fará andar, viver em águas tranquilas, nos dando o melhor, pois Ele como nosso Pai que nunca falhou e nunca falhará, sendo o mesmo ontem, hoje e para todo sempre o nosso Deus.

Que nesse tempo, Deus se revele a cada um de nós mais e mais, e que essa intimidade e verdade se manifeste de forma extraordinária.

Por Adriane Ferretti Salvitti, pastora da Igreja Apostólica Restaurando Nações – IARN Japão, palestrante nas áreas de saúde e espiritualidade fisioterapeuta e Health Coach

Rodrigo Salvitti, pastor da Igreja Apostólica Restaurando Nações – IARN Japão, palestrante na área de espiritualidade e fisioterapeuta.

* O conteúdo do texto acima é de colaboração voluntária, seu teor é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *