EnglishPortuguese

VOCÊ É O ECO QUE SAI DA SUA BOCA!

O que tem saído da sua boca? O que você tem falado?

Uma pesquisa nas faculdades dos EUA, divulgaram que 92% dos problemas relacionados com angústias, que levam à ansiedade, tristeza, desânimo, que tiram a paz, estão associadas ao que o ser humano tem declarado de si próprio.

 

Vemos, no evangelho de Mateus 12:34, que a boca fala do que o coração está cheio, ou seja, as pessoas enchem seus corações com valores deturpados de si mesmas e verbalizam isso em suas vidas, fazendo com que aquilo se torne sua realidade.

Quando lemos a Bíblia, vemos que as palavras têm poder!

Você é o eco do que você fala, pois suas palavras têm poder e autoridade; você vai, sim, viver o que você declara.

Quando abrimos a Bíblia no livro de Gênesis 1:26-28, vemos que Deus nos dá autoridade pra governar sobre as coisas, sobre os animais, ou seja, Deus nos formou do pó da terra, mas fomos criados Nele antes da formação do mundo. Por isso a terra foi criada para nós a conquistarmos e governarmos sobre ela; e não nós é que fomos criados por causa do mundo.

Salmos 115:16 fala que Deus deu a terra aos filhos dos homens, por isso devemos governar sobre ela, mesmo porque Ele nos chamou para sermos Sua imagem e semelhança.

Quando vemos no original do hebraico como, em Gênesis 1:3, Deus criou todas as coisas e Ele foi falando através da boca , com autoridade,  força e poder . Deus poderia fazer tudo num estalar de dedos , ou tudo surgido só com seus pensamentos, mas a Bíblia mostra que foi por sua boca onde Ele fazia e sempre fez suas instruções acontecerem .

Em Mateus 28:18, Jesus fala que toda autoridade no Céu e na Terra pertencem a Ele. Em João 14:12, Jesus fala que faríamos coisas maiores que Ele fez. Em Lucas 10:19 diz que nós temos toda autoridade e poder para pisar em serpentes e escorpiões, ou seja, nós temos poder e autoridade que nos foram outorgados, pois Ele vive em nós e nos criou para sermos esse agente ativo da manifestação do seu poder vivo em nós. E Deus sempre quis ensinar isto, desde o começo da existência, o que nós somos.

Quando Moisés está libertando o povo da escravidão do Egito, conforme o livro de Êxodo 14:15, em frente ao mar Deus fala para ele: “Por que clamas a mim, Moisés? Dizei aos filhos que marchem, levanta seu bordão, estende sua mão e divide-o”. Ou seja, Deus podia ter aberto o mar para o povo passar, mas Ele quis ensinar que Moisés e nós, como povo e filhos Dele, é que devemos abrir a nossa boca, dar ordem e declarar com poder e autoridade para que as coisas aconteçam e se manifestem.

Em Mateus 17:14-21, o pai de um menino endemoninhado veio até Jesus falando que os discípulos não puderam curar o seu filho. Jesus então diz: “Ó geração incrédula e perversa até quando estarei convosco?” Jesus estava querendo ensinar para seus discípulos que eles poderiam ter feito aquele milagre, pois eles tinham o poder e autoridade para isso.

Outra passagem muito interessante fica no livro de Provérbios 18:21, onde diz que a morte e a vida estão no poder da língua e o que bem a utiliza comerá do seu fruto. Ou seja, nós receberemos os frutos que nós próprios declaramos a nós mesmos: receberemos vida ou morte sobre o que falamos com nossas palavras, que saem da nossa boca.

O que você tem declarado com seus lábios? Vida ou morte? Pois toda palavra é uma semente que um dia brotará e terá uma consequência, terá um destino e voltará para nós mesmos para o fim que você mesmo declarou. Um exemplo muito bom, são aquelas pessoas que chamam as doenças que as afligem como “minha doença”. Elas dizem: “minha diabete”, “minha artrose”, ou seja, já declararam e a doença já se instalou como privacidade. Então, não adianta orar ou ir ao médico, e continuar declarando que a doença pertence a ela? Observe que essas pessoas, geralmente, continuam enfermas.

Outro exemplo clássico são aquelas pessoas que falam assim : “Não quero ficar rico, só pagar minhas contas tá bom”. Reparem que essas pessoas não prosperam, sempre mantêm uma vida difícil com o objetivo de pagar as contas e as dívidas.

Vimos isso na vida de Jacó, em Gênesis 28:20, onde Deus acaba de prometer a Terra para Jacó e sua descendência, e Jacó declara e fala com Deus que só quer pão  para comer e roupa para vestir para voltar pra casa de seu pai em paz. Deus quer te prosperar, trazer abundância pra sua vida, mas as vezes você mesmo se compromete com suas próprias palavras.

Temos que ter mais prudência nas palavras na qual falamos pois elas sempre terão uma consequência.

O que você tem falado no casamento? Para os seus filhos? No seu trabalho? Sobre as suas finanças? Para os seus amigos?

Deus quer que você tenha sabedoria para falar. Independentemente do que você está passando, profetize palavras que irão edificar e colocar sua vida e a de quem está ao seu redor nos propósitos de Deus!

No livro de Ezequiel 37, Ezequiel profetizou no vale dos ossos secos, onde Deus deu uma instrução para ele, assim como está até hoje querendo que apreendamos esse poderoso princípio.

Não importa a situação, se há algo na sua vida que parece que não tem jeito, profetize porque você é o agente propulsor para trazer vida onde não há. E ao que já tem vida, traga a existência sobre tudo e sobre todos. Vida e vida em abundância, nesse belo caminho que Deus que tem preparado para você.

Por Adriane Ferretti Salvitti, pastora da Igreja Apostólica Restaurando Nações – IARN Japão, palestrante nas áreas de saúde e espiritualidade fisioterapeuta e Health Coach

Rodrigo Salvitti, pastor da Igreja Apostólica Restaurando Nações – IARN Japão, palestrante na área de espiritualidade e fisioterapeuta.

* O conteúdo do texto acima é de colaboração voluntária, seu teor é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *